Sujeira no ar condicionado prejudica funcionamento e provoca doenças

Um dos principais riscos aos funcionários hoje dentro de uma empresa vem do ar-condicionado. Escondidos, fungos e bactérias se proliferam na estrutura do aparelho por falta de higienização e o resultado chega logo, em forma de doenças.

Em casa, é a mesma coisa. Enquanto o ar está funcionando plenamente, pouca gente lembra de contratar uma empresa especializada em limpeza. Mas com o tempo, além de muita gente adoecer sem explicação aparente, o equipamento também deixa de esfriar o quanto deveria, outro efeito da sujeira depositada.

O mal que vai ocupando os ambientes, diluído no ar que sai desse tipo de equipamento, poderia ser facilmente evitado com uma higienização, ao menos de seis em seis meses. Na Stof Clean, referência no assunto em Campo Grande, há até planos para facilitar essa rotina. A empresa criou pacotes especiais e, quanto maior o número de aparelhos em um prédio, menor o custo.

"Os descontos vão aumentando de acordo com o número de equipamentos a serem limpos. Também temos planos que garantem a manutenção mensal, que são super acessíveis e evitam que o problema cresça dentro do escritório ou de uma residência", explica Ronni de Araujo, um dos proprietários da Stof Clean.